Make your own free website on Tripod.com

Escola Sabatina

Lição 2
Home | Lição 1 | Lição 2 | Lição 3 | Lição 4 | Lição 5 | Lição 6 | Lição 7 | Lição 8 | Lição 9 | Lição 10 | Lição 11 | Lição 12 | Lição 13

Os Temas do Grande Conflito

Lição 02: 5 a 12 de janeiro de 2002.

OBJETIVO DESTE ESTUDO:

Mostrar ao aluno que quando Satanás contestou a autoridade de Deus, Sua Lei, e Seu caráter, ele não tinha nenhuma razão para tomar esta atitude.

VERDADE CENTRAL: Somente seres livres podem amar.

INTRODUÇÃO:

Cada pessoa que pratica uma má ação, geralmente procura justificar seus atos. Por exemplo, quando os terroristas destroem uma pessoa, um ônibus ou até uma vila; quando os sem terra invadem uma propriedade; quando um ladrão comete um roubo ou quando um seqüestrador leva alguém para um cativeiro imundo, eles justificam seus atos dizendo que estão reivindicando justiça, igualdade social e um direito que lhes foi tirado. Com isso, eles querem culpar alguém e ao mesmo tempo declaram-se inocentes.

A mesma coisa que acontece hoje, aconteceu no Céu com Satanás. Ao assumir sua posição, ele tentou culpar a Deus pela situação criada. Propagou que Deus era arbitrário, severo e inexorável. Defendeu a idéia de que os anjos não precisam obedecer nenhuma lei e prometeu uma vida com mais liberdade aos seus seguidores. Neste estudo, analisaremos as atitudes de Satanás em relação a três pontos vitais: Para justificar seus atos, ele tentou atacar o caráter de Deus, Sua lei e Suas atividades divinas.

I PARTE - A LEI DE DEUS.

O que é uma lei? Lei é uma regra ou uma norma criada para manter numa comunidade a ordem e o desenvolvimento. Falando sobre a Lei de Deus, Ellen White diz que "A lei de Deus, sendo a revelação de Sua vontade, a transcrição de Seu caráter deve permanecer para sempre, como uma fiel testemunha no Céu". O Grande Conflito, pág. 433.

- A Lei de Deus é a expressão de Seu caráter.

- A Lei de Deus é a expressão de Sua vontade.

Por estas razões, Satanás fez todo esforço possível para destruir a Lei de Deus no Céu.

A) O Satanás disse sobre a Lei de Deus no Céu?

1- Disse que os anjos de Deus não precisavam ser governados pelas Leis de Deus. "Começou a insinuar dúvidas com respeito às leis que governavam os seres celestiais, dando a entender que, conquanto pudessem as leis ser necessárias para os habitantes dos mundos, não necessitavam de tais restrições os anjos, mais elevados por natureza, pois que sua sabedoria era um guia suficiente." - P. e Profetas, pág. 37. É por isso que o apóstolo João diz que o Diabo vive pecando desde o principio do mundo. ( I João 3:8)

2- Satanás levou os anjos a se rebelarem contra a Lei de Deus. "Desde o início do grande conflito, tem sido o propósito de Satanás representar mal o caráter de Deus, e provocar a rebelião contra a Sua Lei...." P. e Profetas, pág. 338.

3- Satanás disse que a Lei de Deus restringia sua liberdade.

B) O que diz a Bíblia sobre a Lei de Deus?

1- A Bíblia diz que a Lei de Deus é perfeita. (Salmo 19:7)

2- Jesus diz que não veio destruir a Lei, mas cumprir. (Mateus 5:17 e 18)

3- Jesus diz que guardou os mandamentos de Deus. (João 15:10)

4- Paulo diz que a Lei é santa, justa e boa. (Rom.7:12)

II PARTE O CARÁTER E A AUTORIDADE DE DEUS.

O que é o caráter? A resposta mais simples que se pode dar é que caráter é o que você é. Sendo assim, o caráter de uma pessoa é a união de seus predicados, de seus feitos e da manifestação de sua vontade. Satanás tentou representar mal o caráter de Deus quando se rebelou no Céu. Ele propagou entre os anjos que Deus era déspota, arbitrário e exigia coisas desnecessárias deles.

A) Quais são os predicados de Deus que se manifestam em Seus feitos.

1- Deus é amor justiça - bondade santidade - misericórdia paciência, etc.

Estes valores morais fazem parte da natureza intrínseca de Deus. E quando Ele atua, estes predicados tornam-se manifestações de Sua vontade em Suas obras. Estes atributos estão ligados à natureza moral de Deus.

B) A autoridade de Deus.

1- Ele tem todo poder e toda autoridade no Céu e na terra.

"...Não és Tu que dominas sobre todos os reinos dos povos? Na Tua mão está a força e o poder, e não há quem Te possa resistir."(II Crôn. 20:6)

"...O Seu domínio é um domínio eterno."(Dan.7:14)

C) Satanás, tentou deslustrar o caráter de Deus.

Ellen White escreve: "Desde o início do grande conflito, tem sido o propósito de Satanás representar mal o caráter de Deus..."P. Profetas, á pág. 203.

Jesus disse que o Diabo é mentiroso e assassino desde o início. Com estas obras, ele tanto quebrantava a Lei como desrespeitava o caráter de Deus.

· Ao se rebelar contra Deus, ele desafiou tanto o amor quanto a sabedoria de Deus.

· Satanás não aceitava o governo de Deus.

· Enquanto Satanás estava espalhando mentiras e falsidade a respeito de Deus, ele estava assassinando Deus.

III PARTE DEUS O FILHO.

Como já estudamos na lição anterior, o maior dilema de Satanás, girou em torno da pessoa de Jesus Cristo. Ele teve ciúmes de Jesus, ele teve inveja da posição que Jesus ocupava, ele queria ser adorado como Jesus e assim por diante.

A) Quem é Jesus?

1- Jesus é o criador.

"Todas as coisas foram feitas por Ele e sem Ele nada do que foi feito se fez."(João 1:3)

2- Ele é o verdadeiro dono deste mundo.

"...Tudo foi criado por Ele e para Ele." (Col.1:16)

Sendo Jesus o criador e o dono deste mundo, ele tem o direito de ser adorado.

B) O problema de Lúcifer com relação a Jesus.

1- Lúcifer não aceitava adorar Jesus. Ellen White diz: "A preferência mostrada para com Cristo, declarou ele ser um ato de injustiça tanto para si como para todo exército celestial, e anunciou que não mais se sujeitaria a esta usurpação dos direitos, seus e deles.(Dos anjos) Nunca mais reconheceria a supremacia de Cristo."- Patriarcas e Profetas, pág. 13.

É interessante notar que no Céu, Satanás se recusou a prestar reverência e adoração a Jesus. Mas, ao encontrar-se com Jesus no deserto da tentação, ele queria que Jesus o adorasse. Veja quanto atrevimento. E mais uma vez nessa ocasião, seu caráter de mentiroso foi revelado ao dizer que todos os reinos do mundo lhes foram dados e ele os daria a quem quisesse. Ele propôs entrega-los a Cristo sem conflito com a condição de que Jesus o adorasse. Os reinos deste mundo não lhes foram dados. Ele os usurpou de mão de Adão.

C) O caráter de Satanás é visto em seus enganos.

Veja o que acontece com os professores de terrorismo. Eles ensinam aos seus jovens que se eles forem destruídos em um avião, ou em um prédio ou com uma bomba, eles vão ser recompensados com o privilégio de se encontrar com Alá na glória celestial imediatamente. Só que os chefões como Bin Laden, o Mulá Omar e outros destacados líderes, não se arriscam nestas experiências. O mesmo acontece com Satanás. Ele instiga seus seguidores para desafiarem a autoridade de Jesus, Sua Lei divina e Suas ordens, prometendo uma vida de liberdade. Mas, ele mesmo sabe que vive aprisionado pelos seus pecados e que sua destruição final é certa.

IV PARTE AS ATIVIDADES DE DEUS.

O caráter de uma pessoa é manifestado em suas obras e em seus feitos. No início deste estudo, apresentamos os valores morais como amor, bondade, justiça, etc que são partes intrínsecas do caráter de Deus. Mas o caráter de Deus é também manifestado e visto em Suas obras e em Suas ações.

A) Quais são as grandes manifestações dos atos de Deus?

1- As manifestações do caráter de Deus são vistas nEle como Criador.

Estamos analisando neste estudo os temas que geraram o grande conflito entre Deus e Satanás. Além destas qualidades morais de Deus, Ele tem atributos que são prerrogativas dEle somente. Estas prerrogativas ou direitos de Deus, também foram contestados por Lúcifer.

Vejamos quais são estas prerrogativas divinas:

a) Deus é o criador de todas as coisas. (Apoc. 14:7)

b) Deus merece ser temido (Temido no sentido de prestar-Lhe reverência) (Apoc. 14:7)

c) Deus deve ser adorado. (Apoc. 14:7)

d) Deus deve ser glorificado e honrado. ( Deut. 10:12 e 13)

Citações:

"O Criador do Universo é o verdadeiro e único objeto de adoração. Nenhum homem ou anjo é digno de adoração. Esta é uma prerrogativa de Deus." SDA Bible Commentary, vol. 7, pág. 828

"Embora Satanás soubesse que toda sua glória era proveniente de Deus, considerou esta glória como pertencente a si mesmo." E.G. White Notes pág. 17.

"Não contente com sua posição, embora honrado acima de todas as hostes celestiais, ele se aventurou a cobiçar a homenagem devida unicamente ao Criador" Idem, pág. 17

2- As manifestações do caráter de Deus são vistas nEle como Mantenedor.

Paulo diz que "nEle vivemos, e nos movemos e existimos..."(Atos 17:28)

3- As manifestações do caráter de Deus são vistas nEle como Redentor e Salvador.

Pedro diz: "E não há salvação em nenhum outro; porque debaixo do Céu não existe nenhum outro nome, dado entre os homens pelo qual importa que sejamos salvos."(Atos 4:12)

"A obra de Cristo é redimir, restaurar, buscar e salvar aquele que estava perdido." E.G.White, In Heavenly Places, pág. 291.

CONCLUSÃO

Vimos neste estudo que Satanás procurou uma desculpa para sua rebelião. Atacou o caráter de Deus, atacou Sua Lei, atacou Jesus e as prerrogativas que tanto o Filho quanto o Pai tem. Satanás sabia o que estava fazendo, ele não foi enganado, ele foi um rebelde contumaz. Sendo assim, quando o Céu decidiu expulsa-lo, não haveria mais retorno. Ao ser lançado por terra, ele procurou levar o homem à mesma situação na qual ele e seus anjos se encontravam.

Conseguiu levar o homem ao pecado e ainda continuou defendendo sua tese de que era impossível Deus perdoar o homem, pois a justiça divina exigia a morte do pecador. À esta altura dos acontecimentos, Cristo entra em cena e não desculpa o homem pecador, mas assume o golpe em lugar do pecador. Dá Sua vida para que o homem pudesse viver. Esta atitude da divindade, não pôde ser contestada por Satanás, e jamais o será.

Ao meditar neste estudo, compare o amor de Deus com a maldade de Satanás. Faça uma análise em seu relacionamento com o Criador e continue firme em seus propósitos de adora-Lo, amá-Lo e obedece-Lo por amor.

TEMAS PARA DISCUSSÃO COM SEUS ALUNOS:

1- A Bíblia diz que a ira e o ódio são forças que motivam o assassinato. Se eu abrigo ódio para com alguém, estarei sendo um assassino ou só serei um assassino se eu matar alguém?

2- Nós ficamos chocados quando vemos a cena de um soldado cravando um prego nas mãos de Jesus. Ficamos mesmo horrorizados. Mas, se cometemos pecados conhecidos, se praticamos injustiças, se somos desonestos e se vivemos uma vida dúbia em relação ao cristianismo. Pergunto: Não estamos participando da mesma atitude do soldado? O que você acha?

3- Se Deus sabia que Lúcifer iria pecar; se Ele sabia que Adão e Eva pecariam, por que os criou? A chave para a resposta está no fato de criar seres com condição de amar ou rejeitar ou criar seres robôs. Qual seria melhor na sua opinião: Se nós fôssemos autômatos ou livres como somos, mas com a possibilidade de rejeitarmos o amor de Deus.

4- Hoje há tantas pessoas que são contra a Lei de Deus. Dizem que não precisamos mais dela, dizem que foi abolida, dizem que se cumpriu em Cristo etc. Você vê nisso um paralelo com o que aconteceu no Céu? Se achar que sim, dê razões para sua afirmativa.

5- Você acha que no dia final, Satanás ainda vai reconhecer que Deus estava certo?

Tire as Suas Dúvidas. Clic Aqui!