Make your own free website on Tripod.com

Escola Sabatina

Lição 4
Home | Lição 1 | Lição 2 | Lição 3 | Lição 4 | Lição 5 | Lição 6 | Lição 7 | Lição 8 | Lição 9 | Lição 10 | Lição 11 | Lição 12 | Lição 13

O Conflito Desce à Terra

Lição 04: 19 A 26 de janeiro de 2002

OBJETIVO DESTE ESTUDO

Mostrar o que Deus quer que tenhamos e sejamos.

VERDADE CENTRAL

Deus deseja que tenhamos paz, harmonia e uma vida feliz.

INTRODUÇÃO:

Como vimos em lições anteriores, o Grande Conflito teve como palco o Céu. Mas ao ser Satanás expulso de lá, o palco foi transferido para a terra. Ao criar o homem, Deus queria que ele desfrutasse de paz, harmonia e tivesse uma vida feliz. Foi por esta razão que Deus criou o Éden, um lugar maravilhoso e repleto de tudo o que o homem necessitava para viver feliz, e nele colocou o homem. A bíblia diz que ao final de cada dia, o Senhor via o que fizera e dizia que estava bom. E no final da semana o Senhor olhou para o conjunto e disse que tudo estava muito bom. Foi nesse ambiente perfeito, bonito, limpo e agradável que o tentador entrou com o engano e a mentira e trouxe desobediência, vergonha e culpa.

Descrevendo a alegria do ambiente Edênico, Ellen White escreve:

"Todas as coisas amáveis e atrativas eram para sua alegria e tudo parecia sabiamente adaptado às suas necessidades; e o que estimavam acima de todas as outras bênçãos, era a associação com o Filho de Deus e com os anjos celestiais." História da Redenção, pág. 29.

I PARTE AS ESTRATÉGIAS USADAS POR SATANÁS PARA DESTRUIR O HOMEM

Satanás pediu uma entrevista com Cristo, e na entrevista, pediu para ser reintegrado no Céu. Cristo chorou profundamente, mas disse que o Céu não poderia ser colocado em risco novamente e que as atitudes de Satanás, mostravam que ele não estava arrependido. Como o reingresso no Céu lhe foi negado, manifestou sua maldade com aumentado ódio e feroz veemência. Ver História da Redenção, págs. 26 e 27.

Foi então que Satanás reuniu seus anjos e apresentou-lhes o plano para arrebatar Adão e Eva das mãos do Criador. Ellen White diz que ele ficou sozinho para considerar cada detalhe de seu malévolo plano. Diz ainda que ele "estremeceu ao pensar em submergir o santo e feliz par na miséria e remorso que ele próprio sofria". História da Redenção págs. 27 e 28.

A) Estratégias gerais usadas por Satanás

1- Decidiu que não confiava em nenhum de seus anjos para este empreendimento tão delicado. Ele mesmo faria o serviço.

2- Decidiu que a astúcia e o engano fariam o que a força e o poder não seriam capazes.

3- Se conseguissem levar o santo casal à desobediência e Deus os perdoassem, exigiriam também o perdão e a misericórdia de Deus para eles, e sua reintegração no Céu.

4- Porém, se o perdão lhes fosse negado, eles se uniriam a Adão e Eva em rebelião aberta contra Deus e tomariam posse do Éden fazendo dali seu lar e lutariam para ter acesso à árvore da vida para aumentar sua força e seu poder.

B) Estratégias específicas usadas por Satanás com Adão e Eva

1- Decidiu atacar Eva quando estivesse sozinha.

"Os anjos preveniram Eva para que não se separasse do marido em suas ocupações, pois podia ser levada a um contato com esse inimigo caído. Se se separassem um do outro, estariam em maior perigo do que se ficassem juntos." História da Redenção, pág. 31.

2- Apelou para a curiosidade de Eva.

Ao separar-se do marido, Eva sentiu o perigo. Mas logo se achou segura e ganhou novamente a confiança em si mesma achando-se capaz de permanecer sozinha. Logo se deparou com a árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. "Eva logo se achou a contemplar com um misto de curiosidade e admiração a árvore proibida." Ao ouvir uma serpente falando e comendo do fruto, sua curiosidade aumentou. História da Redenção, págs. 32 e 33.

3- Usou a astúcia e a mentira.

a) Disse que havia adquirido o dom da fala porque comera desta árvore proibida por Deus.

b) Insinuou que Deus não levaria a cabo Sua advertência, isso era apenas uma ameaça.

c) Disse que se comessem da árvore seriam como Deus.

d) Disse ainda mais que não morreriam se comessem do fruto. Não tinham eles comido da árvore da vida? Então já eram imortais.

O autor da lição diz que a mentira de Satanás abarca três partes:

a) Vocês não vão morrer.

b) Seus olhos vão se abrir.

c) Vocês vão ser como Deus.

C) Estratégias específicas usadas por Satanás com Caim

a) Começou trabalhando no coração de Caim

Satanás acompanhava com certa intranqüilidade o derramamento do sangue de um cordeiro, pois sabia que este ato tipificava a futura expiação de Cristo. Ele sabia que as ofertas de um cordeiro significavam arrependimento para os pecados. Ellen White acrescenta: "Ele não concordava com este propósito, então começou a trabalhar no coração de Caim, e levá-lo à rebelião contra a oferta sacrifical a qual prefigurava o Redentor por vir." Ellen White, Confrontation, pág. 22.

b) Caim trouxe os frutos da terra e queria que Deus os aceitassem

"Caim obedeceu construindo um altar, obedeceu trazendo um sacrifício, mas sua obediência foi parcial. A parte essencial, o reconhecimento da necessidade de um Redentor, foi deixada." Conflict and Courage, pág. 25.

c) O espírito de Satanás entrou em Caim

"Satanás era um acusador, e Caim começou seu curso maldito acusando a Deus de parcialidade e injustiça. Satanás era um enganador, e Caim enganou Abel ao convidá-lo para ir ao campo quando o assassinato estava em seu coração, para que ele pudesse realizar seu malvado ato em segredo. Satanás era um assassino desde o começo e ele instigou Caim para fazer a mesma obra cruel. Ele é um mentiroso e o pai da mentira e aqui também Caim se mostrou um destro e apto discípulo." Ellen White, Signs of the Times, 16, 1886.

d) As atitudes da Caim quebraram os 10 mandamentos

Primeiro, ele usou um falso sistema de adoração. Este ato é uma transgressão dos quatro primeiros mandamentos.

E em segundo lugar, ao matar Abel, ele provocou ressentimento entre as pessoas. Com esta atitude, ele quebrou os outros seis mandamentos.

e) Caim representa a classe que confia em seus próprios méritos para a salvação

"... Alguns pretendem que a espécie humana necessita, não de redenção mas de desenvolvimento que ela pode aperfeiçoar-se, elevar-se e regenerar-se. Assim como Caim julgava conseguir o favor divino com uma oferta a que faltava o sangue de um sacrifício, assim esperam estes exaltar a humanidade à norma divina, independentemente da expiação." Patriarcas e Profetas, pág. 73.

D) Estratégias específicas de Satanás usadas no tempo de Noé

Os esforços de Satanás foram tão bem-sucedidos que, entre Gênesis 3 e 6 a maldade do homem foi tão grande e suas atitudes tão perversas que "O Senhor arrependeu-Se de ter feito o homem sobre a terra, e isso cortou-Lhe o coração." Gên. 6:6.

A) Por que o Senhor Se arrependeu de ter criado o homem?

Respostas:

1- Os homens se esqueceram de Deus.

"Não desejando conservar a Deus em seu conhecimento, logo vieram a negar a Sua existência. Adoravam a natureza em lugar do Deus da natureza. Glorificavam o gênio humano, adoravam as obras de suas próprias mãos, e ensinavam seus filhos a curvar-se ante imagens de escultura." Patriarcas e Profetas, pág. 91.

2- A poligamia foi introduzida como um estilo de vida aceitável.

3- Os homens se deleitavam na matança dos animais e tornaram-se carnívoros.

4- Os homens excluíram a Deus de seu conhecimento e tornaram-se mais e mais aviltados.

5- Consideravam a vida humana com indiferença.

6- Tornaram-se violentos e corruptos.

7- Tornaram-se transgressores abertos da lei de Deus.

"Generalizando-se o pecado, pareceu cada vez menos maligno, e declararam finalmente que a lei divina não mais estava em vigor; que era contrário ao caráter de Deus castigar a transgressão; e negaram que Seus juízos viessem a cair sobre a terra." Patriarcas e Profetas, pág. 96.

E) Estratégias específicas de Satanás usadas no tempo da Torre de Babel

Após o dilúvio, Deus fez um pacto com Noé e seus descendentes afirmando que nunca mais a terra seria destruída por outro dilúvio. (Gênesis 9:11-17). Durante algum tempo os descendentes de Noé habitaram juntos. Mas logo se dividiram entre os adoradores de Deus e os apóstatas. Estes não acreditaram no concerto que Deus fizera com Noé e mudaram-se para a planície de Sinear e ali construíram sua cidade. E foi ali que decidiram construir uma torre pelos seguintes motivos:

1- Não acreditavam no concerto que Deus fizera com Noé de que não haveria outro dilúvio.

2- A construção da torre era um símbolo de desconfiança na Palavra de Deus.

Muitos achavam que o dilúvio foi "operação de causas naturais" Patriarcas e Profetas, pág. 119.

3- A construção da torre era um símbolo de desobediência.

Deus havia dito que os descendentes de Adão deveriam encher e povoar toda a terra. Os construtores da torre planejaram se aglomerar numa cidade.

4- A construção da torre era um símbolo de confiança própria.

Deus dissera que não haveria mais dilúvio, eles queriam construir uma torre que fosse mais alta do que os lugares onde a água do dilúvio havia chegado. Queriam estar seguros, caso viesse outro dilúvio.

5- A construção da torre era um símbolo de seu poder e glória.

A torre deveria ser uma ostentação de seu poder e de sua glória. A cidade e a torre deveriam ser uma metrópole universal.

II PARTE COMO SATANÁS USA ESTAS ESTRATÉGIAS AINDA HOJE

O que vimos até agora nos mostra Satanás agindo no palco terrestre com contrafação, engano e mentiras. Tudo que Satanás tem feito é levar o homem à desobediência, à falsa adoração e a destruir o companheirismo entre as pessoas.

A) As estratégias do inimigo:

1- A Nova Era prega que o homem é Deus, mesmo que ele seja ignorante a respeito disso.

2- O Espiritualismo moderno diz que o homem é imortal. Os espiritualistas, as igrejas e os credos vigentes dizem a mesma coisa.

3- O problema com Adão e Eva não era o fruto em si. A questão era: Vocês vão obedecer a quem? Deus ou o diabo? Milhares estão dizendo ainda hoje que a lei de Deus não precisa mais ser obedecida. O engano é o mesmo.

4- Quanto à adoração, enfrentamos o mesmo dilema que Abel enfrentou, porque muitos Caims modernos se aventuram a depender de seus próprios méritos para a salvação.

5- Cristo disse que assim como foi nos dias de Noé, assim também será nos dias precedentes a vinda do Filho do homem. Os homens comiam, bebiam, casavam-se e davam-se em casamento. (Mat. 24:38 e 39). Na verdade, não há nenhum problema em comer, beber e casar-se. O problema é quando estas coisas ocupam o primeiro lugar da vida das pessoas e elas esquecem do mais importante que seu relacionamento com Cristo.

6- Os três grandes desafios que os construtores da torre enfrentaram, nós enfrentamos hoje: os homens confiam mais em si mesmos que em Deus, os homens não acreditam na Palavra de Deus e os homens são desobedientes e atrevidos.

III PARTE O QUE DEUS FEZ E FAZ PARA DETER AS ESTRATÉGIAS DO INIMIGO

Deus não foi pego de surpresa quando nossos pais pecaram. Ele tinha um plano. Diante da tragédia Ele fez o solene pronunciamento: "E porei inimizade entre ti (Satanás) e a mulher, (Eva) e entre a tua semente e a sua semente (Cristo) ; esta (Cristo) te ferirá a cabeça, e tu (Satanás) lhe ferirás o calcanhar." (Gên:3:15).

Cristo derrotou Satanás no Céu, o derrotou novamente no deserto da tentação, selou sua derrota definitivamente quando pronunciou "Está consumado" e o destruirá totalmente eliminando-o do universo no final do Milênio.

CONCLUSÃO:

Quando Adão e Eva pecaram, a terra tornou-se o palco do Grande Conflito. A seqüência histórica nos mostra que Satanás continuou a guerra iniciada no Céu, com Caim e Abel, com o Dilúvio, com a torre de babel e continua a guerrear em nossa vida cada dia. Satanás continua a usar o engano, a mentira, apela para nosso desejo de exaltação própria, usa os falsos sistemas de adoração para elevar a criatura em vez de exaltar o Criador, cria ressentimentos entre os irmãos e desenvolve o ódio com muita habilidade entre as nações. O objetivo de Satanás é levar o homem a rebelar-se contra Deus como ele fez com os anjos no Céu. Porém, aquele que se mantiver fiel às orientações do Senhor, jamais será vencido pelo inimigo. A vitória de Cristo é a certeza de nossa vitória. Cristo venceu, por isso nós podemos vencer também. Brevemente estaremos de volta ao Éden. Amém.

TÓPICOS PARA DISCUSSÃO COM SEUS ALUNOS:

1- Alguns estudiosos dizem que a narrativa sobre o Dilúvio é um mito. Apresente algumas razões bíblicas, históricas e arqueológicas que possam sustentar a tese de um Dilúvio Universal.

2- A lição de segunda-feira menciona o pensamento do ateu J.L.Mackie. Ele diz que Deus deveria ter criado seres livres que só pudessem fazer boas escolhas, e que a liberdade não exigia o potencial de cometer erros. Por que, pergunta ele Deus não fez o homem somente com a capacidade de fazer o que é certo? Se Deus tivesse feito um homem assim, este seria na verdade um robô. Você acha que seria melhor você ser um autômato que só fizesse o certo? Ou é melhor ser livre com a possibilidade de fazer o certo e o errado?

3- Eva disse à serpente que Deus havia proibido de comer e de tocar no fruto e na árvore da ciência do bem e do mal. Deus não disse que tocar levaria à morte. Você acha que Eva ficou confusa, ou ela se esqueceu, ou ficou apavorada ou não compreendeu direito, ou porque Adão não lhe explicou direito o assunto? Qualquer resposta que você der, acrescente: O que aprendo com este incidente?

4- Dos enganos modernos de Satanás, mencione alguns que você acha está ganhando terreno entre os seguidores de Cristo.

5- Quais as maiores mentiras que Satanás tem pregado com tanto sucesso em nossos dias?

Exemplos: Deus aceita qualquer e todo tipo de culto Você pode guardar qualquer dia Os mortos aparecem para os vivos, porque eles estão no Céu. Mencione outros exemplos

Tire as Suas Dúvidas. Clic Aqui!