Make your own free website on Tripod.com

Escola Sabatina

Lição 5
Home | Lição 1 | Lição 2 | Lição 3 | Lição 4 | Lição 5 | Lição 6 | Lição 7 | Lição 8 | Lição 9 | Lição 10 | Lição 11 | Lição 12 | Lição 13

Vitória ou Derrota?

Lição 05: 26 de janeiro a 1º de fevereiro de 2002.

OBJETIVO DESTE ESTUDO:

Mostrar aos alunos que dentro da grande guerra, seremos vitoriosos ou fracassados dependendo das escolhas que fazemos.

VERDADE CENTRAL:

Nossas escolhas determinam nosso destino.

INTRODUÇÃO

Tanto no contexto da vida pessoal, quanto no coletivo como a família, a igreja local e a Igreja como o sacerdócio de todos os santos, às vezes perdemos e às vezes ganhamos na guerra contra Satanás. São batalhas dentro da grande guerra. Muitas vezes parece que você está sendo esmagado, vencido mesmo. Olhando por este prisma, muitas vezes tem-se a impressão de que Satanás está levando vantagem, parece que ele está ganhando, parece que ele está sendo o vencedor. Embora sejam perdas, são perdas momentâneas e provisórias. Mas quando olhamos o assunto dentro de uma cosmovisão mais abarcante e nos entregamos a Deus, temos uma certeza a vitória final será certa.

Neste estudo, analisaremos o que aconteceu com cinco personagens Bíblicos. São eles: José, Moisés, Sansão, Davi e Elias. Todos tiveram problemas, embora alguns fossem tão esmagados por Satanás, que tudo indicava que sua derrota seria certa. Mas com a intervenção divina e uma nova escolha, neste caso a certa, tornaram-se vencedores, apesar de suas batalhas perdidas.

Ao analisarmos a vida deles, seguiremos um padrão:

1- Uma rápida análise da pessoa.

2- Para qual papel o Senhor o chamou. Sua missão.

3- Qual foi sua falha.

4- Como se tornou um vencedor.

A luta que cada um está enfrentando, não é um teatro de ficção, mas uma luta real. É um palco real no qual todos tomamos parte. E os resultados dependem das escolhas que fazemos. Nossa certeza, alegria e esperança é saber que quando Satanás nos assalta, a promessa que temos é: "Ao som de fervente oração, As hostes de Satanás tremem... E quando anjos com todo poder, carregados com o arsenal celeste vêm ajudar as almas desmaiadas que estão sendo perseguidas, Satanás e suas hostes se afastam...O grande Comandante do Céu e da Terra tem limitado o poder de Satanás." Ellen White, In Heavenly Places, pág. 253.

I PARTE A VIDA DE JOSÉ

1- José José, era um dos filhos de Jacó. Aliás, foi o primeiro filho de Jacó com sua amada Raquel. Raquel teve de Jacó apenas dois filhos: José e Benjamim. Ellen White diz que José era: "Puro, ativo e alegre, o rapaz dava prova também de ardor e firmeza moral. Escutava as instruções do pai, e gostava de obedecer a Deus. As qualidades que depois o distinguiram no Egito gentileza, veracidade e fidelidade, já eram manifestas em sua vida diária." Patriarcas e Profetas, pág. 209.

2- Sua missão Em Sua providência, o Senhor sabia que Sua herança na pessoa de Jacó e sua família seriam levados para o Egito. Era necessário alguém com poder e influência para ajudá-los neste período de chegada e adaptação. Sua missão era preservar a herança do Senhor. Por isso o Senhor acompanhou os passos de José até o Egito. O Senhor mudou sua sorte de escravo a primeiro-ministro do Egito.

3- Sua falha Quando lemos a respeito de José, parece que foi perfeito em tudo. Dá-nos a impressão de que não teve falhas, mas este não foi o caso. Devido aos erros de seu pai de tê-lo como filho preferido, de comprar uma capa especial como se ele fora o primogênito e de tratá-lo com deferência especial, isto criou em José alguns problemas. Ellen White diz que "os efeitos dessa preferência eram também manifestos em seu caráter. Defeitos haviam sido acoroçoados, que agora deveriam ser corrigidos. Ele se estava tornando cheio de si e exigente." Patriarcas e Profetas, pág. 213.

4- Como se tornou um vencedor Talvez esta seja a parte mais importante na vida de cada personagem. O centro de nosso estudo está baseado em escolhas. Muitos que fracassaram na vida, apresentaram a desculpa de que não suportaram as pressões. José passou pelas seguintes pressões:

a) A insistência diária de uma linda mulher.

b) A promessa de um romance apaixonado.

c) O envolvimento sexual com alguém renomado.

d) A tolerância de uma sociedade pagã e imoral com o assunto do sexo.

e) Possibilidade de vencer na vida, tendo alguém de influência como aliado.

f) A desculpa de estar longe de sua família, de seus amigos e de sua igreja.

g) A pressão de Satanás ao sussurrar aos seus ouvidos de que todos fazem isto aqui.

Para José, a tentação não era um relacionamento sexual ilícito, mas uma questão de escolha entre fazer a vontade de Deus ou a de Satanás. Ele disse taxativamente: "Como pecarei contra Deus?" Ele se tornou um vencedor porque seu controle interno estava afinado, isto é, seu relacionamento com Deus estava bem. Eis o segredo.

II PARTE A VIDA DE MOISÉS

1- Moisés Moisés era o terceiro filho de um casal da tribo de Levi, Anrão e Joquebede. Seus dois irmãos mais velhos eram Arão e Miriã. Moisés nasceu e cresceu dentro de uma seqüência de milagres. Foi salvo das mãos das parteiras que tinham a missão de matá-lo ao nascer, foi salvo pelas mãos da princesa egípcia do rio Nilo, foi salvo das mãos do Faraó que tentou pegá-lo após ter matado um egípcio. Fugiu para o deserto onde se casou, tornou-se pastor de ovelhas por 40 anos e voltou para tirar os descendentes de Jacó do Egito, que agora estavam sob o governo de líderes que não conheciam a José.

2- Sua missão A missão de Moisés era erguer uma nação a partir das tribos dispersas que viviam no Egito e quase haviam perdido sua identidade na escravidão. Esta nação deveria espalhar a mensagem da vinda do Messias a todo o mundo. Satanás conhecia muito bem esta missão, por isso tentou evitar seu cumprimento. Primeiro endurecendo o coração de Faraó para que não libertasse o povo da escravidão egípcia. Segundo, tentando atrapalhar a realização da missão pelas queixas e murmurações dos Israelitas durante os 40 anos que estiveram no deserto. Sua missão foi tirar os Israelitas do Egito e colocá-los na Terra da Promessa e preservar esta Nação para que através dela viesse o Libertador.

3- Sua falha À semelhança de José, parece que Moisés foi uma pessoa impecável. Mas um dia foi vencido pelo inimigo e por um instante apenas, perdeu o controle de si mesmo e tentou colocar-se no lugar de Deus. Disse enraivecido: "Porventura não faremos sair água desta rocha?" Moisés levantou a vara e pronunciou alguma praga à semelhança daquelas do Egito sobre os chefes daquela ímpia murmuração. Mas o Senhor transformou a vara em um instrumento de bênção e a água veio em abundância. Mas este erro custou-lhe a negativa mais triste que já vi Deus pronunciar sobre alguém que Ele ama. "Não Me fales mais neste negócio" foi a repreensão divina quando Moisés pediu ao Senhor para deixá-lo entrar na Terra Prometida. Ellen White diz: "Não houvesse a vida de Moisés sido mareada por aquele único pecado, deixando de dar a Deus a glória e tirar água da rocha, em Cades, e teria entrado na Terra Prometida, e seria trasladado para o Céu sem ver a morte." Patriarcas e Profetas, pág. 478.

4- Como se tornou um vencedor Moisés tornou-se um vencedor através das escolhas sábias que fez. Veja algumas de suas escolhas:

h) Escolheu não ser um Faraó do maior império da época.

i) Escolheu ser maltratado com o povo de Deus a ter os prazeres deste mundo.

j) Escolheu ter o nome riscado do Livro da Vida a abandonar seu povo ao seu próprio destino.

k) Sua escolha era entre Deus e o mundo. Preferiu ficar com Deus, mesmo tendo que sofrer.

O que nos legou?

a) O relato da criação e a escrita dos cinco primeiros livros da Bíblia.

b) Enfrentou o Faraó e tirou o povo do Egito e o levou à fronteira da Terra da Promessa.

c) Recebeu a Lei dos 10 mandamentos, construiu o primeiro Santuário e instituiu seus serviços.

d) Foi o intercessor dos Israelitas diante de Deus.

III PARTE A VIDA DE SANSÃO

1- Sansão O nascimento de Sansão foi fruto de um milagre. Seus pais não tinham filhos, porque sua mãe era estéril. Neste tempo os Israelitas estavam vivendo sob o jugo dos Filisteus. Antes de Sansão nascer, o Senhor deu uma lista de instruções aos seus pais. Nestas instruções estava descrito o modo de vida que o menino devia ter, o que devia e o que não devia comer, o que devia e o que não devia beber, e assim por diante. A história indica que a vida de Sansão foi marcada por altos e baixos, especialmente no campo amoroso. "O homem mais forte da Terra se tornou o mais fraco por causa de uma paixão egoísta. Seus olhos se fixaram em belas mulheres, e ele caiu sob a tentação dessas cenas agradáveis. Seus olhos foram a razão de sua captura e a fonte de grande dor e pesar. Aquele que tinha a tarefa de derrotar os filisteus, foi derrotado por eles, até mesmo quando conseguiu cumprir seu objetivo." Lição pág. 57. Ellen White escreveu: "Aqueles que no caminho do dever são levados a enfrentar provas, podem estar certos de que Deus os preservará, mas se os homens voluntariamente se colocam sob o poder da tentação, eles cairão mais cedo ou mais tarde." The Adventist Home, pág. 460.

2- Sua missão Antes mesmo de seu nascimento, sua missão já fora traçada pelo Senhor. "...Porquanto o menino será nazireu consagrado a Deus desde o ventre de sua mãe; e ele começará a livrar a Israel do poder dos filisteus." (Juízes 13:5) Seu papel era livrar os Israelitas do jugo filisteu e tornar-se seu juiz. Como Satanás também sabia deste plano divino, ele tentou destruir Sansão ou pelo menos diminuir sua capacidade para cumprir a missão conferida a ele.

3- Sua falha Embora fisicamente Sansão fosse o homem mais forte que já viveu sobre a Terra, em integridade, controle pessoal e firmeza foi um dos mais fracos. Ellen White acrescenta: "A real grandeza do homem é medida pelo poder dos sentimentos que ele controla, não por aqueles que o controlam." Conflict and Courage, pág. 132. John Fowler apresenta quatro pontos nos quais Sansão falhou. São eles:

a) Seu primeiro casamento com uma jovem filistéia. Razão da escolha dada pelo próprio Sansão: Ela me agrada aos olhos (Juízes 14:3)

b) Era um homem inconstante na fé. Quando estava dirigido pelo Espírito de Deus realizava proezas, mas quando estava sozinho só cometia asneira.

c) Embora tivesse sido juiz de Israel por 20 anos, nunca foi um Líder em quem eles pudessem confiar. Falhou em ser Líder.

d) Não foi fiel ao chamado divino. Seduzido por uma mulher, bebeu vinho e em seguida deu permissão para ela cortar seu cabelo.

4- Como se tornou um vencedor Sansão só foi considerado um vencedor, graças à misericórdia e ao amor de Deus. O apóstolo Paulo o cita como um herói da fé em Hebreus 11:32. Deus cumpriu Sua promessa de livrar os Israelitas do jugo dos filisteus em resposta à última oração feita por Sansão, embora ele tivesse sido morto juntamente com eles. (Ver Juízes 16:25-31)

IV PARTE A VIDA DE DAVI.

1- Davi Davi era o filho mais novo de Jessé. Na sua juventude era um pastor de ovelhas, tocava harpas e compunha lindas músicas. Era um jovem corajoso e forte. Teve que enfrentar leões e ursos para defender suas ovelhas. Era ruivo e muito agradável segundo o relato bíblico. Um dia foi enviado pelo pai para visitar seus irmãos mais velhos que estavam na guerra contra os filisteus. Ali conheceu o gigante Golias e o matou. Tornou-se amigo íntimo de Jônatas, o filho do rei Saul e após a morte de Saul, tornou-se o segundo rei de Israel. Enquanto estava como rei, teve um caso de adultério com Bate-Seba. Arrependeu-se de seu erro e foi um dos maiores reis de Israel.

2- Sua missão Enquanto Davi foi fiel a Deus, foi chamado o homem segundo o coração do Senhor. A missão de Davi foi estabelecer um reino que desse segurança e estabilidade para o povo de Deus que vinha sofrendo altos e baixos há anos. Davi elevou a nação israelita a um patamar de respeito por todas as nações ao redor. Alguns feitos grandiosos seus são:

a) Matou Golias.

b) Construiu um reino forte.

c) Estabeleceu a cidade de Jerusalém como a Capital.

d) Restaurou a Arca do Concerto.

e) Legou à posteridade uma coleção invejável de música sacra.

f) Tornou-se um modelo para todos os reis que vieram depois dele.

g) Tornou-se um ancestral de Cristo.

3- Sua falha Onde falhou Davi, por que falhou Davi, como isto aconteceu com um homem que era chamado o homem segundo o coração de Deus? Creio que a resposta mais apropriada seja porque ele confiou em seu coração e quebrou seu relacionamento com Deus. Ellen White diz: "Foi o espírito de confiança e exaltação próprias o que preparou o caminho para a queda de Davi....Em vez de confiar humildemente no poder de Jeová, começou a confiar em sua própria sabedoria e poder." Patriarcas e Profetas, págs. 717 e 718.

4- Como se tornou um vencedor Davi tornou-se um vencedor quando ouviu a denúncia do profeta Natã contra seus atos vis e se arrependeu. "O arrependimento de Davi foi sincero e profundo. Não houve esforço para atenuar seu delito. Nenhum desejo de escapar dos juízos ameaçados inspirou sua oração". Patriarcas e Profetas, pág. 725.

Após se dar conta de seus vis pecados, ele escreveu o Salmo 51 e o Salmo 32. No Salmo 51 ele pede perdão e pureza de coração. No Salmo 32 ele menciona quatro palavras que definem o pecado em suas várias dimensões: São elas:

a) Transgressão "Uma violação deliberada, premeditada e voluntária de um mandamento divino."

b) Pecado "Um ato que erra o alvo e se desvia do que Deus planejou."

c) Maldade "Um ato de trapaça e comportamento perverso."

d) Engano "Uma tentativa de encobrir a obrigação e fugir dela."



V PARTE A VIDA DE ELIAS.

1- Elias Elias nasceu entre as montanhas de Gileade, ao oriente do rio Jordão. Em seu tempo a apostasia em Israel chegou a um dos pontos mais baixos de sua história tendo Acabe como rei e Jezabel como dirigente idólatra de toda nação. Elias se apresenta diante de Acabe de uma maneira inesperada. Dá sua mensagem a Acabe e sai sem ser percebido. Durante os três anos e meio de seca e fome, ele é procurado por todas as partes. No final do período, ele aparece e pede para Acabe convocar todo Israel ao monte Carmelo. Ali encontramos Elias como profeta de Deus desafiando os profetas de Baal. Deus vence e Elias foge. Jezabel procura matar Elias, mas Deus o protege. Após cumprir sua missão, ele é levado para o Céu numa carruagem de fogo. Hoje Elias está no Céu como representante daqueles que serão trasladados sem ver a morte.

2- Sua missão Como Israel estava vivendo em profunda apostasia seguindo os caminhos de Baal, a missão de Elias era levar o povo de volta aos braços de Deus. Por isso a tônica de sua mensagem foi: "Até quando coxeareis entre dois caminhos?" ou em outras palavras: "Até quando vocês oscilarão para um lado e para o outro?" "Se o Senhor é Deus, sigam-nO; mas, se Baal é deus, então sigam-no" (I Reis 18:21) O desafio de Elias era um desafio atemporal, era um desafio pela lealdade. A quem vocês vão servir: a Deus ou ao Diabo, a Elias ou a Acabe, o profeta de Deus ou os profetas de Baal.

3- Sua falha Quando Acabe entrou na cidade e fez um relatório do que acontecera naquele memorável dia, contou também que os profetas de Baal foram mortos. Jezabel ficou furiosa e decretou a morte de Elias. É aqui que o homem de Deus falhou. Após ter visto a manifestação grandiosa de Deus, Elias fracassa. Fica desanimado, sua fé e sua coragem o abandonam, fica desorientado, esquece da proteção divina e foge amedrontado. Ellen White diz: "Elias não devia ter desertado de seu posto de dever. Devia ter enfrentado a ameaça de Jezabel, apelando para a proteção dAquele que o havia comissionado para que vindicasse a honra de Jeová....e o Senhor lhe teria dado outra assinalada vitória, enviando Seus juízos sobre Jezabel..." Profetas e Reis, pág. 160.

4- Como se tornou um vencedor Elias pensara que só ele havia permanecido leal a Deus em meio à apostasia prevalecente. Mas Deus lhe disse que havia sete mil que também não se dobraram diante de Baal. Ao desafiar a nação no monte Carmelo, Elias tornou-se um vencedor, porque através dele, Deus operou um grande milagre. "A representação poderosa do poder de Deus foi feita de um modo que só o próprio Deus, e não qualquer homem, poderia ter feito." - Lição pág. 61. Ellen White diz que a vida santa e corajosa de Elias perturbava Satanás. Ela diz que Deus o considerou digno de ser trasladado para o Céu sem ver a morte. Review and Herald, March 3, 1874. A vida de Elias mostra que mesmo homens de tanta coragem como ele, às vezes são levados ao desânimo e também fracassam. Mas como nossa vitória depende das escolhas que fazemos, Elias escolheu servir ao Senhor, por isso foi vitorioso.

CONCLUSÃO:

Nosso estudo tratou sobre o tema das escolhas. Quando escolhemos servir a Deus e ser leais a Ele, podemos ter certeza de que seremos vitoriosos, caso contrário, seremos derrotados. Ellen White escreveu: "Ele espera lealdade de cada um, e a cada um concede poder de acordo com a necessidade. Em sua própria força o homem é fraco; mas no poder de Deus ele pode ser forte para derrotar o mal e ajudar outros a derrotá-lo. Satanás jamais obtém vantagem sobre quem faz de Deus sua defesa. De Mim se dirá: Deveras no Senhor, há justiça e força." Profetas e Reis, pág. 175.

PARA DISCUTIR COM SEUS ALUNOS:

1- Compare a luta de Elias com Jezabel sobre a questão da adoração, com a luta que teremos durante o período que vai entre a assinatura do decreto dominical e o fim do tempo da graça.

2- Qual é sua opinião sobre os efeitos que os nossos erros têm sobre outras pessoas? Exemplo: Uma pessoa que comete um adultério. Quais os efeitos que seu ato tem sobre os membros da igreja, sobre a família e assim por diante?

3- Se um filho criado num lar adventista, educado numa escola adventista, freqüentador assíduo da igreja tornar-se tão lascivo como Sansão, diríamos que a educação cristã ou que o lar cristão fracassou? Justifique sua resposta.

4- Depois de ver a grandiosidade de Deus operando milagres diante de seus olhos como aconteceu no caso de Elias e depois sair fugindo com medo de uma mulher, nos mostra o que?

5- Quando Davi foi confrontado com seu pecado pelo profeta Natã, caiu em si e arrependido e contrito buscou o perdão de Deus e aceitou a repreensão. Por que as pessoas em situação semelhante são tão reticentes em aceitar seu erro? Veja os exemplos que você conhece, como agiram?

Tire as Suas Dúvidas. Clic Aqui!